sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Namoro de fachada



Tem gente que não aguenta ficar solteiro, e mesmo depois que arruma alguém, continua  querendo outros alguéns por fora! hehehehehe



Eu conheço MUUUUUITA gente que tem namoro de faixada, mas é muita gente mesmo!!! Um diz que ama o outro, fica um cobrando o outro direto, não deixa o parceiro sair, etc, ao mesmo tempo um trai o outro sempre que possível, é quase uma coisa doentia. Sai, beija todo mundo na night, submete o Kama Sutra num banheiro químico, faz tudo que tem vontade, e no dia seguinte liga pro outro desesperado perguntando o que ele fez, com quem ele estava, etc etc etc... Eu realmente não consigo entender esse tipo de relacionamento.


O ser humano é um animal “sexual”
 por natureza. 
Tem pessoas que acham que traição é apenas beijar ou praticar atos sexuais com outras pessoas, por isso se fizerem apenas piadinhas, safadezas por uma webcam ou trocarem mensagens por telefone, não estarão praticando uma infidelidade, mas será que isso realmente procede???

Na minha opinião, a maioria das pessoas é hipócrita, se prende a paradigmas antigos para tentar ocultar a sua “piranhagem” em ficar dando mole pros outros, trocando carícias nas quais a gente sente aquele frisson *vocês entenderam né, eu to falando de tesão mesmo, amiguinha senta no colo do amiguinho de pau duro, passa a mão lá, dá selinho da Hebe, os dois ficam com tesão mas não se pegam de fato, e assim mantém seus namoros e ficam com a consciência limpa, ou pelo menos fazem de conta né...* >> Prosseguindo >> As pessoas se prendem a esses conceitos pelo fato de acharem que a traição só acontecerá se eles se pegarem, mas pelo tipo de relacionamento que escolheram e pela cobrança que um faz com o outro, eles estão SIM quebrando um pacto de confiança.

Eu já conheci muitos casais liberais, e mesmo esses, também tem suas “regras” seus paradigmas de confiança, na qual mesmo com a liberdade que um oferece ao outro, há restrições, diferenciando dos casais “conservadores” pelo fato dessa quebra de confiança ser muito menor.
Quando nós namoramos, a única coisa que nos prende a outra pessoa é o prazer de estar com ela, a ponto de não querer que ela fique com mais ninguém sendo um ato recíproco. O problema está quando isso é quebrado, quando um dos parceiros não aguenta, sua vontade de fazer merdinha é maior que a vontade de não trair o parceiro, aí começa a bola de neve... Trai uma vez, ai diz pra si mesmo que nunca mais o fará, trai outra, outra, depois de um tempo já vira rotina, da sempre um balão quando possível, e depois de uma idade arruma até amante *lembrando que todo o texto serve pra ambos os sexos*.

Os namoros de fachada em geral são feitos a esmo, você gosta da pessoa, mas trai simplesmente porque é um FDP, mas mesmo assim você gosta, e sabe que se terminarem vai dar um boato do caralho, você não quer perder a pessoa, mas quer viver perigosamente também, com a pessoa você tem certa calmaria quando volta da night, quando solteiro você geralmente não tem, e aí você vai levando seu namoro de fachada.



Eu sou solteiro, e adoro ser solteiro, e acho que muitas pessoas tem medo de serem solteiras, são carentes demais ou simplesmente não gostam de night, sei lá... Eu só sei que não existe nada mais ridículo e hipócrita que um namoro assim... Quando confiamos nossos sentimentos a alguém, esperamos que essa pessoa nos retribua, aí está a chave pra toda confiança.

Às vezes é melhor terminar e ficar sofrendo menos, do que deixar o parceiro descobrir e ter pra sempre a consciência pesada e o coração ferido.

Bom, essa é a minha opinião, e é por isso que eu sou solteiro, assim ninguém me enche o saco!

#Ráááá \o/



4 comentários:

Alessandra disse...

Como diz a música: "Namora, mas adora um proibido".

Carlos Rodrigo disse...

HEHEHEHEHEHE

Thays Mendonça Silveira disse...

Otimo texto e se vc realmente acredita e PRATICA tudo que escreveu .... Parabens vc acaba de ganhar mais um ponto kkkk

Carlos Rodrigo disse...

HAHAHAHAHA